SUPLEMENTO ALIMENTAR é um preparado de aminoácidos de alta qualidade, com glutamina, vitaminas e minerais indicado para situações de convalescença, idosos, má absorção, caquexia oncológica, má digestão, desnutrição, distrofia muscular, radioterapia, quimioterapia, doenças infeciosas e perda de apetite.

Suplemento Alimentar

Apresentação

Embalagem de 420 g (21 porções de 20 g)

Ingredientes TDR (20 g de pó) % VRN* TDR (40 g de pó) % VRN* TDR (60 g de pó) % VRN*
Vitaminas
Vitamina B1 1,4 mg 127 2,8 mg 254 4,2 mg 381
Vitamina B2 1,6 mg 114 3,2 mg 228 4,8 mg 342
Vitamina B6 2 mg 142 4 mg 284 6 mg 426
Vitamina B12 1 μg 40 2 μg 80 3 μg 120
Vitamina C 60 mg 75 120 mg 150 180 mg 225
Biotina 0,15 mg 300 0,3 mg 600 0,45 mg 900
Niacina 18 mg 112 36 mg 224 54 mg 336
Ácido Pantoténico 6 mg 100 12 mg 200 18 mg 300
Vitamina E 10 mg 83 20 mg 166 30 mg 249
Ácido fólico 200 μg 100 400 μg 200 600 μg 300
Minerais
Cálcio 327 mg 40 654 mg 80 981 mg 120
Magnésio 90 mg 24 180 mg 48 270 mg 72
Potássio 100 mg 5 200 mg 10 300 mg 15
Zinco 5 mg 50 10 mg 100 15 mg 150
Outros Ingredientes: Concentrado de proteína de Leite (60 %), Proteína de soro de leite (20%), Frutose, Glutamina (5%), Pó de cacau (2%), aroma.

*VRN = Valores de Referência do Nutriente: Regulamento (EU) nº 1169/2011 do Parlamento Europeu e do Conselho

 

Aminoácidos/100 g
Treonina 3,58 g  Serina 3,90 g
Valina 4,78 g  Ácido Glutâmico 15,76 g
Metionina 2,04 g  Prolina 6,72 g
Isoleucina 4,26 g  Glicina 1,44 g
Leucina 8,56 g  Alanina 3,00 g
Fenilalanina 3,58 g  Cistina/Cisteína 1,22 g
Lisina 6,92 g  Tirosina 3,84 g
Triptofano 1,44 g  Histidina 2,08 g
Glutamina 5,00 g  Arginina 2,64 g
Ácido aspártico 6,70 g

Indicações

Convalescença.

Geriatria.

Perturbação da alimentação.

Perda de apetite.

Má absorção, má digestão.

Desnutrição, síndrome do intestino curto.

Caxequia oncológica, anorexia.

Radioterapia, quimioterapia.

Hepatoses e Nefroses.

Combustão, traumas, úlceras de pressão.

Insuficiência respiratória.

Distrofia muscular progressiva.

Depressão endógena bipolar e unipolar.

Toma diária recomendada (TDR)

1 a 3 porções de 20 g por dia, fora das refeições.

Preparação: Dissolver uma porção de 20 g (aproximadamente 2-3 colheres de sopa) em 100 ml de água. Pode também ser preparado em Leite, iogurte ou Kefir.

Características

De acordo com a teoria da evolução de Aleksandr I. Oparin, vários compostos orgânicos existentes há milhões de anos, nos oceanos, tiveram origem na “Sopa primordial”, permitindo a vida no planeta Terra. Entre estes, encontramos os aminoácidos.

No séc. XIX, pela primeira vez se focou cientificamente a atenção na nutrição. Em 1820, a Gelatina foi decomposta em moléculas mais simples de Glicina, por tratamento com ácido. Supunha-se, inicialmente, que a gelatina apenas era composta por moléculas de Glicina. Mais tarde, foi descoberto noutras espécies de proteína, outras moléculas mais simples e criou-se a classe de ácidos aminados. Foi evidente que as moléculas de proteína não são compostas apenas por um, mas por uma série de aminoácidos.

Frederick Hopkins, bioquímico Inglês, descobriu em 1900 um novo aminoácido, o Triptofano. A deficiência de aminoácidos pode contribuir para distúrbios metabólicos, bem como danos das células. Outras experiências realizadas nas primeiras décadas do século XX, demonstraram que alguns aminoácidos podem ser formados a partir de substâncias existentes no organismo.

Outros, no entanto (valina, Ieucina, isoleucina, treonina, metionina, fenilalanina, triptofano, lisina), devem ser fornecidos através da alimentação ou suplementação como, os chamados aminoácidos essenciais.

As proteínas contidas nos alimentos são clivadas em aminoácidos a partir dos quais, novas proteínas são sintetizadas endogenamente.

Os aminoácidos são das moléculas mais versáteis nas nossas células:

  • Têm uma acção estrutural (colagénio);
  • Fazem parte das enzimas envolvidas no metabolismo;
  • Fazem parte das proteínas do músculo, como a actina e miosina, permitindo o movimento muscular;
  • Os aminoácidos estão envolvidos na coagulação sanguínea (fibrina);
  • Fazem parte dos anticorpos (sistema imunitário);
  • Estão envolvidos na transmissão de sinais, como exemplo os neurotransmissores, etc.

O aumento de ingestão de proteínas (aminoácidos) deve ser acompanhado pela ingestão de minerais e vitaminas. Ao contrário do que ocorre com os glúcidos (armazenados sob a forma de glicogénio) e Iípidos (tecido adiposo), o organismo humano não armazena proteínas ou aminoácidos. O organismo humano sob stress físico e mental, aumenta as suas necessidades em proteína e caso não exista a sua ingestão, este opta por retirar péptidos do tecido muscular. Desta forma, recomenda-se a ingestão de aminoácidos em conjugação com minerais e vitaminas nas seguintes situações:

  • Convalescença
  • Geriatria
  • Perturbação da alimentação
  • Perda de apetite
  • Má absorção, má digestão
  • Desnutrição
  • Caquexia oncológica, anorexia
  • Radioterapia, quimioterapia
  • Hepatoses e Nefroses
  • Doenças infecciosas, cirurgias, ferimentos, queimaduras
  • Insuficiência respiratória

Uma vez hidrolisados os aminoácidos são usados principalmente como fonte de proteína. Os aminoácidos presentes em Rekonvit são exclusivamente obtidos a partir de fontes de proteínas de soro de leite de alta qualidade. Com o seu perfil de aminoácidos de alta qualidade Rekonvit é de fácil digestão, e contém as vitaminas e minerais mais importantes.

Propriedades:

As proteínas (aminoácidos) são necessárias para os processos bioquímicos vitais ou actuam como elementos estruturais. Na digestão de proteínas dos alimentos, estas são clivadas em aminoácidos individuais, que são utilizados pela célula para o desenvolvimento da proteína endógena biodisponível. Sob stress físico e mental ocorre a degradação da própria proteína do organismo e a síntese de proteína é alterada, por conseguinte, há uma deficiência de proteína.

Uma deficiência de proteína pode ocorrer, em situações, como:

  • Gravidez e lactação.
  • Idosos.
  • Crianças e adolescentes.
  • Convalescença.
  • Má absorção e má digestão.
  • Caquexia oncológica, anorexia.
  • Pacientes com HIV.
  • Hepatose e nefrose.
  • Doenças infecciosas, cirurgias, ferimentos, queimaduras.
  • Atletas.

Rekonvit é uma bebida de proteína de soro de leite em pó com vitaminas e minerais, com um perfil de aminoácidos de alta qualidade e glutamina.

Recomendações

Não deve ser excedida a toma diária indicada.

Não recomendado em caso de hipersensibilidade ou alergia a qualquer um dos constituintes da formulação.

Os suplementos alimentares não são substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado nem de um modo de vida saudável.

Conservar na embalagem original protegida da luz, em local seco e a temperatura inferior a 25ºC.

Manter fora da vista e do alcance das crianças.

O uso seguro durante a gravidez e amamentação deve ser realizado sob supervisão médica.